Ambientalistas debatem desafios e perspectivas com secretário de meio ambiente na ALBA

9

Os desafios e as perspectivas para o meio ambiente no Estado da Bahia foram abordados, nesta segunda feira (30), na Assembleia Legislativa, em seminário presidido pelo deputado Marcelino Galo (PT), com a presença do novo secretário do Meio Ambiente do Estado, Geraldo Reis. O evento contou com a participação de ambientalistas, movimentos sociais, representantes de universidades públicas e de servidores da pasta e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), da promotora Cristina Seixas, do Ministério Público, de Padre Zé Carlos da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e representantes da Associação dos Servidores do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (ASCRA).

Entre as discussões estiveram à necessidade da regulamentação da educação ambiental no estado, da proteção e restauração dos Biomas, Unidades de Conservação e Bacias Hidrográficas baianas, da construção dos Planos Estadual de Saneamento Básico e de Resíduos Sólidos, do fortalecimento dos colegiados ambientais, como o CEPRAM, e da retomada do diálogo com os servidores e atores envolvidos com a temática ambiental na Bahia.

“Temos aspectos importantes para se discutir e construir, de forma coletiva através do diálogo e da mediação, uma agenda que concilie as necessidades de desenvolvimento e preservação ambiental. É possível ter um desenvolvimento sustentável que garanta a preservação do nosso meio ambiente sem que isso comprometa o fortalecimento econômico do nosso estado”, ponderou o deputado Marcelino Galo, que coordena a Frente Parlamentar Ambientalista da Bahia.

O secretário do Meio Ambiente do Estado, Geraldo Reis, que assumiu a pasta na última segunda-feira (23), afirmou que o diálogo será eixo fundamental do seu trabalho à frente da secretaria.  “Nós vamos mudar um pouco a questão do estilo, a forma de se relacionar e também vamos resgatar pautas, talvez um pouco negligenciadas por conta de outras preferências, de outras ênfases, e com isso estaremos abrindo o diálogo  com os setores envolvidos na defesa do meio ambiente, tanto em relação as instituições empresariais como com os movimentos sociais, inclusive com a Frente Parlamentar Ambientalista”, destacou Reis durante o encontro que lotou as salas Herculano Menezes e Luís Cabral na Assembleia Legislativa.

Compartilhar