Deputado Bira Corôa celebrou os 30 anos do Balé Folclórico da Bahia com sessão na Alba

3

O Balé Folclórico da Bahia completa 30 anos de fundação neste mês. Para celebrar a história e a resistência da companhia, o deputado Bira Corôa promoveu uma sessão especial na tarde desta quinta-feira (09), no auditório Jutahy Magalhães, da Assembléia Legislativa da Bahia. O evento contou com homenagens da Secretária de Cultura, Arany Santana, e com personalidades que fizeram e fazem parte do Balé, como o coreógrafo Zebrinha, a conselheira Lia Robatto, a presidente da Fundação Balé Folclórico da Bahia, Lúcia Mascarenhas, e o diretor geral, Vavá Botelho. Emocionado, Vavá relembrou a sua trajetória e como foi possível a fundação da companhia e defendeu a importância do Balé como difusor da cultura baiana no exterior. ‘’A gente colocou nesses 30 anos o nome da Bahia no mundo. Centenas de pessoas vieram à Bahia por causa do Balé Folclórico’’,

O espetáculo do Balé Folclórico da Bahia manifesta a cultura e a ancestralidade do estado. Hoje, além de encantar nos palcos, o Balé também contribui para a formação cultural dos jovens que compõem a fundação. Em seu discurso, o deputado Bira Corôa falou do papel da companhia no combate a desigualdade.

‘’Quero agradecer a todos que, na sutileza, na leveza, no gingado de corpo, no ritmo e na nossa forma negra de ser, vem permitindo que a nossa presença afrodescendente seja marcada. No contexto de uma sociedade ainda desigual, excludente e racista, a dança do Balé Folclórico mostra ao mundo que nós existimos’’, declarou o parlamentou.

Compartilhar