Deputado Zé Neto intermedeia diálogo entre a Secretaria de Meio Ambiente e o SINDILEITE para discutir a situação dos pequenos produtores de leite

11

O deputado estadual e líder do governo, Zé Neto (PT), se reuniu com Eugênio Spengler, secretário de Meio Ambiente, Lutz Viana, presidente do Sindicato das Indústrias de Laticínios do Estado da Bahia (SINDILEITE) e Paulo Cintra, vice presidente do sindicato, na tarde desta segunda-feira (15), para discutir a situação dos pequenos produtores de leite que possuem pendências burocráticas que dificulta a manutenção da produção durante o ano todo.

Segundo o presidente do sindicato, os pequenos produtores precisam de outorga para irrigar a terra nos períodos de seca, o que gera uma queda de produção. Além de precisarem do documento para ter acesso ao financiamento de equipamentos em bancos e poder utilizar a energia com taxas mais baratas. Diante dessa demanda, foi pleiteada a secretaria ações para facilitar e agilizar a burocracia para se conseguir a outorga, o que vai gerar mais renda para o produtor, matéria prima para a indústria manter sua produção e o crescimento do Estado.

Para solucionar essa problemática, a secretaria em parceria com o SINDILEITE irá promover um programa técnico de capacitação em elaboração de projeto de outorga, com o objetivo de regulamentar todos os produtores. O programa será destinado para as prefeituras e secretarias de municípios que possui a cultura do leite.

Para Zé Neto, hoje foi um dia importante para o leite da Bahia. “A conversa do SINDLEITE com o secretário deu um passo seguro e definitivo na melhoria da produtividade do leite. A regulamentação trará uma evolução no processo produtivo de forma integrada entre o governo do Estado, os pequenos produtores e o SINDLEITE”, afirmou.

Compartilhar